sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Mãe Preta fala aos filho: Eu vi quem ocê é


 " Eu vou seguindo meu caminho
A confiança é minha luz
Através dela Deus age"


                  A sabedoria é um farol, minha gente. Ela é luz na consciência. Ocê tumbém é luz, num sabia? Ocê num é esse corpo, meu fio. Daqui a pouco o seu corpo vai bate as botas mas ocê vai continuar. Isso pruque ocê é luz! Ta esquecido disso, meu nego? Eu to aqui pra relembrar ocê. Relembrar ocê da sua grandiosidade, da sua riqueza, do seu direito de ser feliz e magnífico. Ocê num é esse chulé veio, não, meu fio. Ocê é grandioso. Pára de ficar zoiando pra esse corpo quebrado. Isso vale muito pouco perto do valor da sua alma. Deus, nosso Pai, criou ocê igualzinho a Ele, um ser perfeito, digno e maravioso. E ocê, meu fio, di tão maravioso resolveu dar uma voltinha pra fora do Lar Espiritual e veio entrar num corpo aqui no mundo físico. E tumbém, meu fio, ocê di tão maravioso quis se esquecer completamente de quem ocê era. Começou a se identificar com o seu corpo pra poder explorar o lado da inconsciência. Ta muito complicado esse papo, meu fio? Hein, minha fia? Ocê ta entendendo que foi ocê quem quis vir pra cá e tumbém quis esquecer quem ocê era pra poder explorar o lado escuro? Uai, minha gente, Mãe Preta ta falando coisa bão. Se ocê num entender, num esperneia, não. Daqui a pouco outra pessoa vai lhe explicar por outro ângulo a mesma coisa. Então a ficha vai cair, num é mesmo? Agora, presta atenção: ocê escolheu vir pra cá. Ocê tumbém escolheu esquecer quem ocê era; escolheu ainda todas as dificuldades pelas quais ocê ta passando, uma a uma, todos os supostos fracassos e decepções foi ocê quem escolheu passar. E num adianta chorar nem esperniar! Mas antes de escolher tudo isso, meu fio, ocê trouxe com ocê a solução de cada um dos poblemas e dificuldades. Ocê ouviu, minha fia? Limpo bem esses ouvido, meu fio? Ocê possui a solução de cada dificuldade sua. Sabe pruque? Pruque são esses poblemas, essas dificuldades, esses fracassos que irão levar ocê di volta pra sua grandiosidade, di volta pro seu poder divino, di volta pro âmago de ocê, pra quem ocê realmente é. Meu fio. Ocê é grandioso, poderoso, divino, completo, majestoso, um verdadeiro príncipe, sábio e perfeito. Ocê ta me ouvindo, meu fio? Ocê ta ouvindo essa Nega Preta sem nenhum dente na boca? Ou ocê acha que eu vim pra brincar? Pra falar pras parede? Hein seu sem –vergonha? Zóia pra sua grandeza, isso é o que ocê é, poderoso além da conta. Larga dessa falsa identidade que ocê escolheu vestir. Abre esses ouvido e escuita a voz dos preto veio. Ocê é fio do Pai Todo-Poderoso. Ocê é igualzinho a Ele, divino, perfeito e maravioso como Ele.

Mãe Preta se dispedi dizando: muita paz! 


Início
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário