segunda-feira, 25 de abril de 2011

Mãe Preta fala aos filho: seguindo o fluxo da vida, uai.



         Hoje é dia de festa pra nóis, minha gente. O nosso intercâmbio com ocês é automático e é motivo de festa pra nóis. Nóis tamu sempre juntos, tamu sempre presente, pronto pra dá auxílio pra qualquer um, pode ser padre ou prostituta. Pra nóis gente é gente. Nosso trabalho é amparar, abrir caminho, pruque os seres humano, por mais que errem e caiam, tão num processo profundo de transformação interior. Uai  , vivemos dividindo essa realidade com ocês, e o segredo é aprender a amar a perfeição que há na imperfeição. Quando nosso zoio da cara é envolvido com a percepção de Deus, meus fio, nóis consegue ver o profundo significado que há na imperfeição.
         - Ai, Mãe Preta, eu não vejo nenhum significado na imperfeição.
         - Por isso que ocê se julga tanto, minha nega.
         - É claro, Mãe Preta, eu quero ser feliz. Não quero viver com minhas negatividades. Elas me causam tanta dor e problema.
         - Vixe, saravá, meu Pai. Como ocê consegue viver com ódio de si?
         - Ah, Mãe Preta, mas eu sofro tanto com minhas negatividades.
         - Não, minha nega, ocê sofre pruque quer que a sua vida seja diferente do que é. Isso quer dizer não aceitação. A não aceitação gera mais medo na sua escuridão, pruque ela se sente rejeitada por ocê.
         - O que eu faço então, Mãe Preta?
         - Começa observando, minha fia. Evita fazer julgamento sobre ocê ou sobre os otros. Observa os seus sentimentos. Observa as situações sem entrar com sua emoção nelas.
         - Observar, Mãe Preta?
         - Sim, minha fia, num há religião mior que essa. É tão bão observar. Quando ocê observa ocê não julga. Quando ocê não julga, ocê permite que a realidade seja. E quando ocê deixa a realidade ser o que ela é, a magia da vida acontece, pruque ocê pára de querer controlar ela. A vida quer dar o mior pros seres humanos. E eles podem receber o mior, se começarem a observar e a seguir o fluxo da vida, sem querer moldá-lo. Eta, gente bão. Deus nos manda pruque Ele é solução. Ele é avanço, Ele é progresso, Ele é transformação, é riqueza, beleza e saúde. Os seres humanos tumbém são isso, pruque ocês são o reflexo de Deus, seres poderosos, ricos e maraviosos. E nóis vem pra abrir caminho, pra trazer conhecimento, pra trazer luz. Ocês percisam de luz, pruque a luz faz ocês enxergar os padrões de pensamento e sentimento que moldam a vida de ocês e fazem ocês sofrer.
        
Mãe Preta se dispedi dizendo: muita paz!
          


Início
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário